• Até 7 dias para trocar ou devolver a compra
  • Frete Grátis R$180 para Sul e Sudeste, demais regiões R$250
  • Em até 6x sem juros no cartão
  • Use o cupom: PRIMEIRACOMPRA
0
Seu carrinho está vazio

Dicas

Pijama antialérgico: Conheça os melhores tecidos!

Publicado em 29.09.2022 |
Visualizações
1.174 visualizações

A alergia é uma doença comum, que afeta diversas pessoas em diferentes faixas etárias e de formas variadas.

Existem vários tipos, como os alérgicos a alimentos, mas também é possível ter uma hipersensibilidade na pele. Isso faz com que o paciente experimente alergia a tecidos.

Por isso, é necessário estar a par de como os materiais de uma roupa podem interferir na sua saúde, principalmente se a peça for um pijama.

Pois, usamos os pijamas para dormir e com isso passamos mais tempo com esse traje.

Nada melhor que conhecer cada informação sobre o assunto e se proteger. Para isso continue a leitura e fique atento para as orientações.

O que é tecido antialérgico?

garotas felizes se abracando

Primeiramente, é preciso entender o que é o tecido antialérgico. Esse material é totalmente, ou em grande parte, desenvolvido com fibras naturais, elas têm origem vegetal.

Os tecidos que são fabricados com essa matéria prima costumam ser muito leves, com toque macio e suave.

Além disso, como as peças não são produzidas com fibras sintéticas é muito mais difícil acontecer de o tecido irritar a pele.

Sendo assim, é uma boa alternativa para as pessoas que têm a epiderme mais sensível.

Lembrando que sempre é recomendável escolher roupas de alta qualidade para evitar o contato com tecidos ruins.

O que é um tecido hipoalergênico?

Além do tecido do pijama antialérgico, existe outra opção para os alérgicos, que é o tecido hipoalergênico. A principal diferença entre os dois está no processo de fabricação.

Neste caso, é realizado tratamentos específicos para evitar a proliferação de ácaros, fungos e até mesmo de alguns vírus e bactérias. Assim, é possível prevenir as reações alérgicas.

Ambos são testados e aprovados, é importante tirar a dúvida e saber qual das alternativas funciona melhor no seu caso de alergia.

Se preferir, entre em contato com um especialista que acompanha o seu caso, para que ele recomende a melhor solução.

Qual o melhor tecido para quem tem alergia?

mulher acordando com aparencia feliz

Depois de entender cada conceito, vale a pena saber quais são os melhores tecidos para evitar reações alérgicas, principalmente nos trajes de dormir. Confira abaixo:

  • Algodão

O algodão é uma fibra natural, por isso é recomendada para peles sensíveis e alérgicas.

O tecido tem o toque leve e macio, inclusive muitos pijamas são confeccionados com esse material para agregar mais conforto e bem-estar.

As peças de algodão costumam ser duráveis e versáteis, ou seja, podem se adaptar em todos os momentos do ano.

Uma boa dica é mudar apenas o modelo do pijama, por exemplo, para os dias mais quentes escolha um traje curto, com regata e shorts. Já no inverno, é recomendável usar calças e mangas longas.

Algumas lojas, como a Mania Pijamas, oferecem a opção de peças flaneladas, que contam com revestimento de pelúcia por dentro, perfeitos para lugares com frio extremo.

  • Viscose

A viscose é produzida da fibra artificial de celulose, as suas características mais marcantes são: tecido super leve e fino.

O toque da viscose é bem agradável, por isso que o tecido raramente causa algum tipo de irritação, ou reação alérgica.

Por conta do seu frescor, o material é utilizado na confecção de pijamas de verão e da meia estação.

Também é possível encontrar uma viscose mais aveludada, esse tipo pode lembrar um pouco o algodão.

Mais uma vez, a Mania Pijamas conta com diversos modelos com esse tecido.

  • Plush

O plush também é conhecido como pelúcia, se trata de uma malha muito macia derivada do algodão e parece com o veludo.

Por ser de algodão é o material perfeito para não deixar a pele irritada ou sensível.

Entretanto, o tecido tem as suas diferenças do algodão tradicional que estamos acostumados.

O plush foi criado para aquecer, por isso, lembra a forma de pelúcia e é bem mais quente.

É muito utilizado na confecção das peças de inverno. Inclusive, ter um pijama de plush vai mudar a sua vida nos dias frios.

É também uma ótima opção para os pijamas infantis, já que os pequenos precisam estar bem agasalhados durante a noite.

Quais tecidos causam alergia?

Como citamos anteriormente, os tecidos antialérgicos são produzidos com fibras naturais.

Sendo assim, os materiais menos indicados são aqueles que possuem muitas fibras sintéticas e que não passam pelo processo hipoalergênico.

Os tecidos como: acetato; acrílico; cetim; couro sintético; elastano; lycra; nylon, podem ativar algum mecanismo alérgico, pinicando a pele, ou causando outras irritações.

Lembrando que esses materiais também não são indicados para a confecção de pijamas.

O pijama antialérgico deve ser produzido com materiais leves e macios, como o algodão e a viscose para deixar você ainda mais confortável.

E se restam algumas dúvidas, confira o nosso FAQ de perguntas frequentes.

FAQ: Perguntas e respostas

mae e filha usando pijama antialesgico

Qual melhor lençol para quem tem alergia?

Assim como acontece com os pijamas, o melhor material para as alergias de pele é o algodão. Então, prefira lençóis desse tipo.

Como saber se tenho alergia a um tecido?

A melhor forma de saber se tem algum tipo de alergia é consultar um especialista. Somente o médico pode diagnosticar e informar qual é o gatilho para as reações alérgicas.

É sempre bom observar como a sua pele se comporta quando está em contato com outros tipos de tecidos e quais são as reações mais frequentes.

O único jeito de se cuidar é levar a sua saúde à sério.

Onde posso encontrar pijama antialérgico de boa qualidade?

Depois de tantas informações fica a dúvida de onde é possível encontrar as peças ideais.

A nossa recomendação é a Mania Pijamas, temos diversos modelos produzidos com tecidos de fibras naturais e que são compatíveis para a família inteira.

Todas as peças são feitas em um processo rigoroso que preza pela qualidade e pelo bem-estar do cliente. Por isso, vale a pena checar o site e se encantar com as várias opções disponíveis.

Conclusão

Com as informações certas é possível se atentar aos tipos de tecidos que podem causar reações alérgicas.

Ressaltando que para cuidar dos casos de alergia é preciso entrar em contato com um médico especialista.

Aceite os cookies e tenha uma melhor experiência em nosso site, consulte nossa Política de Privacidade.